Prevenção Rodoviária


O ATCM, na qualidade de Associação Automóvel, continua preocupada com trânsito de veículos e pessoas nas vias públicas em Moçambique.

No período de 2010/2011 e nos primeiros 9 meses de 2012, o ATCM por falta de fundos limitou-se a continuar através de Placards electrónicos nos diversos quarteirões da Cidade do Maputo a persuadir aos utentes das vias públicas ao cumprimento voluntário das regras mais elementares de Transito, tais como:

Além de que quando temos provas na Pista, contratamos um grupo de teatro com 15 figuras denominado “Maxaka”. Em que representam perante cerca de 1.000 a 1.200 pessoas um cenário durante 15 minutos em que o final termina com o atropelo fatal de um peão, causado por um automobilista, embriagado e com excesso de velocidade.

Tudo isto, acompanhado pela batida de instrumentos tradicionais.

Tem tido muito sucesso junto dos espectadores! Que vão ver os nossos eventos.

A situação geral no País foi caracterizada pela redução dos índices de acidentes de viação ao registarem-se 4.547 acidentes contra os 4.966 em igual período de 2009. Ou seja menos 419 casos, que correspondem a, menos 8%. Muito longe portanto da meta desejada da campanha Mundial da FIA Action Road Safety e dos países membros das Nações Unidas.

No que concerne às mortes houve mais 133 casos em 2012, em relação ao ano de 2011. Houve redução nos feridos graves na ordem de menos 466 casos. Os danos materiais avultados conheceram uma redução na ordem dos 6,6% e nos ligeiros 31,66%.

CAUSAS E FACTORES DE ACIDENTES DE VIAÇÃO

Do trabalho realizado no local de facto seguido das averiguações circunstanciais dos acidentes, fixou-se como causas determinativas dos referidos acidentes:

 

PROPOSTAS